sexta-feira, 24 de julho de 2015

Jornalista Patrícia Zaidan esmiúça brilhantemente o ódio fascista no Brasil enquanto a Globo retalia Jô Soares, reduzindo o tempo de seu programa (ah, a tal "liberdade de expressão")



a brilhante coerência dos "Revoltados Online" encabeçada por Kim Kataguiri e dos que propagam o golpe ao lado de Eduardo Cunha, Jair Bolsonaro, Ronaldo Caiado, e outras "sumidades" da "moral" e da "Honestidade"

        Segue um curto vídeo onde a jornalista Patrícia Zaidan consegue esmiuçar brilhantemente a imbecilidade da escalada de ódio no mundo e, muito em especial, no Brasil. Isto se dá em grande parte incentivado calramente por uma mídia tendenciosa, golpista, que fica bem claro, por exemplo, no modo como a imperial Rede Globo vem tratando Jô Soares. Veja, após o vídeo, um curto texto de Altamiro Borges sobre o que a Globo vem fazendo com o programa do apresentador que teve coragem de peitar o posicionamento da emissora:


video



Jô Soares reclama da Globo

Por Altamiro Borges, extraído de seu blog

  Na madrugada deste quinta-feira (23), o apresentador Jô Soares reclamou explicitamente da redução do horário do seu programa na TV Globo. Conforme registro do site Yahoo!, durante o encerramento do quadro "Meninas do Jô" - que reúne algumas das jornalistas mais serviçais da emissora -, ele se queixou, ao vivo, da garfada de 25 minutos na atração. "Uma das coisas que mais me aflige é fazer esse programa mais curto", afirmou. O Portal Imprensa também destacou a reclamação e ainda apimentou o caso: "Nos bastidores, Jô Soares já mostrava sua insatisfação com a mudança promovida na atração que, desde o começo da temporada 2015, tem duração de 50 minutos de transmissão".

  A direção do império global ainda não explicou os reais motivos da redução do tempo
do programa. Mas a especulação já corre solta nas redes sociais. Muitos lembram que o apresentador global tem destoado abertamente da linha editorial da famiglia Marinho. 

  Ele já fez várias vezes a defesa do mandato de Dilma Rousseff, detonando os setores golpistas que exigem o seu impeachment e pedem a volta das militares ao poder. A sua postura mais independente resultou inclusive em uma entrevista exclusiva com a presidenta. Ela também rendeu duras críticas dos "calunistas" da mídia e das hordas fascistas - que chegaram a fazer uma pichação em frente a sua residência: "Morra Jô Soares".

  Diante das ameaças, a direção do império até anunciou que reforçaria a segurança do apresentador global. Ao mesmo tempo, porém, até parece que é a própria TV Globo que deseja asfixiar Jô Soares! 

*****

Leia também:










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá... Aqui há um espaço para seus comentários, se assim o desejar. Postagens com agressões gratuitas ou infundados ataques não serão mais aceitas.