quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Fanáticos evangélicos passam a agredir a cantora Paula Fernandes por esta ser espírita



  A cantora Paula Fernandes expressou publicamente que é Espírita. Isso foi o suficiente para ser hostilizada por "ex-fãs" de certas linhas evangélicas. Estas, agora, fazem campanha acirrada contra a cantora. 

Vamos analisar os fatos e pensar sobre eles.


Segundo a matéria da Folha de São Paulo Online, do dia 20 de fevereiro,


"Paula Fernandes, 28, declarou que segue o espiritismo em entrevista para o "Show Business", da Band e acabou gerando protesto nas redes sociais.
"Tenho comigo que só a doutrina espírita ou algo ligado a isso justifica muitas coisas que eu sinto, meu dom. Eu acho que a gente nunca está sozinho, eu não componho sozinha", disse ao apresentador João Doria Jr., no programa que foi ao ar no dia 21 de janeiro.
Um grupo de fiéis da Testemunha de Jeová se revoltou no Facebook e pediu o boicote do trabalho dela. "Agora descobri a porta que eu mesma tinha aberto para satanás, destruí prontamente o DVD que tinha dela", afirmou um usuário.
Através de sua perfil no Twitter, a cantora se manifestou na terça-feira (19): "O que a bíblia prega? Respeito ou preconceito? Viva a liberdade de expressão!"
   Para começar, ninguém é obrigado a gostar deste ou daquele tipo de música, nem deste ou daquele artista, mas isso não dá direito a pretensos moralistas de destratar um ou outro, muito menos de os condenar por não se adequarem aos "modelos" ou premissas do julgador que, ao menos, deveria estar em um patamar de exemplificação impecável. Além do mais, este ou aquele artista tem todo o direito de ter sua própria liberdade e autonomia de pensamento, sem pedir licença a quem se julga superior.

  Em segundo lugar, o motivo da polêmica é o mais infantil possível: a contrariedade por alguém não pensar como eles acham que se deveria pensar ou crer. A perseguição e o exclusivismo de certas seitas a tudo o que eles consideram "errado" raia ao ridículo e ao fanatismo (intercambiáveis entre si). Isso é especialmente verdadeiros entre os agressivos Testemunhas de Jeová e os pentecostalistas de um Malafaia e de um Edir Macedo, entre outros. Portanto, o problema, quando muito, é deles, Paulinha, deles e de suas lideranças néscias e verborrágicas e de conteúdo questionável, que projetam fora, nos outros, seus demônios internos.... 

 Aliás, a citação contante, quase obsessiva, do demônio, de "Satanás" e coisas assim são uma marca da pregação e ataques destas seitas, mostrando que a tática do medo é mais forte que a do amor, do perdão e da compreensão. Na verdade, onde mais se fala tanta nesta negativa figura arquetípica do quem em certos cultos evangélicos?  Já termos positivos como o de tolerância, então, e gratuidade, respeito e fraternidade com os de fora, nem pensar. Quanto as ações de preconceito,  ignorância e, por vezes, ódio gratuito pelo mero ato da falta de reflexão, de estudo, de conhecer o outro, de imposição massiva de uma interpretação tendenciosa do que não conhecem,  são exuberantes nos programas de televisão das "igrejas midiáticas" pentecostais. 

 A própria intolerância em si parece ser um tipo de jogada para confinar o rebanho pelo mendo, e ter uma massa de manobra e poder - sobre isto, confira o excelente artigo do pastor e doutor em Ciências das Religiões, Ed René Kivitz, intitulado "O Evangelho dos Evangélicos" . Apesar das tentativas mais retrógradas, dos "Planos de Poder", ainda vivemos, graças ao Bom Deus generoso e amoroso, que faz o Sol nascer sobre todos, em um democracia laica e não em uma fanática teocracia fundamentalista.

  A agressão proselitista por parte de fanáticos, em especial os do televangelismo midiático de estilo pentecostalista espetaculoso, é tudo o que podem fazer para ampliar seu império, buscando impressionar o povo simples, já que não têm talento, não têm maturidade, muito menos moral para consolidarem-se de forma mais espiritual e elevada... Se dizem cristãos, mas a prática da caridade, do amor, da tolerância e da bondade, para não falar da exemplificação, foge de suas atitudes. 

   Sobre as relações e implicações negativas do fundamentalismo (qualquer que seja sua vertente religiosa, política ou econômica), veja as excelentes reflexões do historiador e filósofo Leando Karnal no vídeo logo abaixo deste artigo.

  Não admitem o diferente, e muito menos o pensar diferente - veja-se sobre isso, uma entrevista do teólogo e historiador Bart D. Ehrman sobre o fundamentalismo cristão evangélico clicando aqui.  E se precisam de um pastor para dizer o que pensar, já se vê que são mais gado do que gente com maturidade para uma madura autonomia pensante. Ademais, os espíritas não vivem enchendo a paciência de ninguém e são conhecidos pela caridade anônima que este povo, na sua linha fundamentalista, e seus pastores, que não as praticam.  

Em terceiro lugar, é surreal o fato de que certos evangélicos (porque existem os bons e esclarecidos e que nada têm a ver com os fanáticos que denigrem sua causa) só aceitam e gritam a liberdade de expressão quando é para eles mesmos, para difamarem, como diria Caetano, narcisicamente os outros por não serem seus espelhos. Mas se os outros, os atingidos, apontarem seus inúmeros erros, eles se fingem de vítimas de perseguição... Pura hipocrisia entre tantas outras de que são especialistas...

 Ah, outra coisa, não menos importante: o IBGE demonstrou (e a Folha de São Paulo Online confirmou em editorial. Clique aqui para confirmar) que, dentre os grupos brasileiros, os dos espíritas é o que tem mais gente esclarecida, com maior tempo de estudos, quase todos com nível superior e pós, enquanto o dos pentecostais e radicais da ala evangélica é o que tem o menor. Então, Paulinha, fique sempre com a qualidade e não com a  imbecilidade. Você não precisa pedir permissão a eles para ser você.



Carlos Antonio Fragoso Guimarães

Veja-se, agora, o discurso do filósofo e historiador Leandro Karnal sobre Religião e Fundamentalismo:


 Segue a entrevista de Caio Fábio a Danilo Gentili sobre o vazio e exploração neopentecostal fundamentalista atual:



Leia tmbém:  
O Fundamentalismo, a Hipocrisia e a Politicagem do auto intitulado encontro evangélico da Consciência "Cristã".

Cresce o Fascismo Fundamentalista que se diz "Cristão", mas demonstra ser o oposto.

35 comentários:

  1. Ninguem e obrigado a ouvir suas musicas. A questão é que esses que se dizem evangélicos não o foram de fato ao nao discernir o mundo espiritual de toda situação e agora querem malhar. Tem que ficar quietos e buscar maturidade pois não passam de meninos espirituais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meninos bosta nenhuma, são um bando de idiotas, submissos a pastores charlatões, isso sim.

      Excluir
    2. Sempre gostei da Paula Fernandes desde que a ouvi pela 1ªvez . Julgo ter quase todas as musicas dela. Continuarei a ouvila todos os dias E AINDA COM MAIS GOSTO POR ELA SER ESPIRITA , BEM HAJA PAULA FERNANDES muita Luz e muita Paz muito sucesso

      Excluir
  2. não estou falando da Paulinha, mais tem muitas pessoas que pra chegar no topo do sucesso tem que vender sua alma ao diabo suas musicas são consagrada ao diabo... então esse sucesso é sujo, conheci um fazendeiro em pernambuco que tinha tudo, era o homem mais Rico da região só que ele tinha esse pacto com o capeta,ai ele começou não cumprir com as normas do pacto, morreu de uma queda bouba de um cavalo que ele costumava montar então depois de sua morte tudo começou desmoronar a Usina de cana de açúcar tomaram todas suas terra, os filho dele hoje sobrevive não do que ele deixou mais sim do que conquistaram no trabalho; isso não lenda eu vejo todo ano que vou la visitar minha familia esse fazendeiro tinha até um engenho de cana de fazer cachaça hoje está só as ferragem é de dar dó, os filho nem consegue vender... então muitos famoso estão nessa situação infelizmente... agora rico sou eu... sou herdeiro do mundo por ser filho do autor que criou o universo que é Deus meu Pai... disso eu tenho orgulho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. meu filho, o diabo como vcs. dizem somos nós mesmos quando temos inveja, quando temos preconceito, quando não temos respeito e não enxergamos um palmo diante do nariz.

      Excluir
    2. Palavras bem colocadas Silvia...

      Excluir
    3. da vontade de dar gargalhadas,o pessoal evangélico fantasia demais,inventa demais,torce toda a palavra da bíblia!hipocritas,ridiculos!ladroes,e sem vergonhas!quem são eles para julgar alguém!estao precisando de psiquiatra!eu fui evangélica e vi so gente podre!pregaçoes fantasiosas kk gente ridícula! a Paula Fernandes e muito iluminada,isso da para ver nos olhos dela!igreja para mim e um circo cheio de palhaços aff.DEUS esta muito triste pois estão trocendo toda a bíblia,pedindo dinheiro e enriquecendo com o povo que e besta demais!o espiritismo e lindo,nao pede dinheiro algum e prega o que verdadeiramente jesus ensinou:amor ao próximo e caridade!evangelicos pregam o que?os palhaços pregam santidade kkk conheci muita garota do tal berço evangélico,que dizia ser virgenzinha e apareceu gravida kkk essas são as piores dao mais que chuchu na arvore kkk putas enrustidas e os rapazes pastores vixi piorou ladroes e traidores!me da nojo essa gente hipócrita!se existe inferno la vai estar cheio de evangélicos !affs

      Excluir
  3. não gosto da cantora, mas acho que devemos respeitar a religião de cada um..........

    ResponderExcluir
  4. Mas quem é esse "cristão" que, sem fazer caridade, sem respeitar o próximo, sem ter recebido procuração de Deus, sem ser tolerante, diz que Paula vendeu a alma ao Diabo? Se for assim, a maior parte dos professores, artistas, eu mesmo, Moteiro Lobato, Victor Hugo, cientistas estão condenados pelos evanjegues por sermos espíritas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. evanjegue........foi ótima!!

      Excluir
    2. Esse bando de idiotas andam se preocupando com as pessoas demais, devem cuidar de suas vidas e irem orar aos pés dos pastores charlatões, deixem de se meterem na vida dos outros seus canalhas imbecís, Paula tem todo direito de se expressar da forma que ela quizer.

      Excluir
    3. Deus me livre de um "deus" tão ciumento, mesquinho e infantil como estes de certos evangélicos, que consegue ser ainda mais ignorante que eles mesmos e se deixa comprar por palavras ao invés de ações, e ainda precisa de Dízimo sendo o criador do universo. Prefiro o Deus Pai e Amoroso que, em segredo, sabe o que se passa no coração e não precisa que se falem "Aleluia" ou "eu te aceito", quando todos já o aceitam sem pertencer a igreja alguma...

      Excluir
    4. Acho que estas discussoes de religioes nao levam a nada,o respeito deve existir por parte de todos. Sou evangelica de uma igreja Batista, nos seguimos os ensinamentos biblicos e o dizimo e um deles. Cada um deve contribuir segundo esta proposto em seu coraçao, nao com tristeza ou por necessidade.Porque Deus ama a quem da com alegria- II Corintios cap9 ver.7(beneficencia e nao extorsao)Novo testamento e no Velho testamento Malaquias cap3 vers 7-10,Trazei todos os dizimos a casa do tesouro,para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim...Aleluia significa louvai ao Senhor Deus, e quando alguem diz eu te aceito Jesus, esta declarando publicamente que quer ser um seguidor das Boas Novas que ele trouxe ao mundo. Dizer que todos ja o aceitam e simplificar muito.Quando se pertence a uma igreja (seja ela de que religiao for) a finalidade e ou deveria ser, o compartilhamento entre as pessoas e o aprendizado do que Deus nos deixou para que os que nele creem transmitam aos outros. Deus nao se deixa comprar e tb nao se deixa zombar. Cada um dara conta do que fizer. Devemos estudar as escrituras para termos propriedade ao falar, sem deliberar em causa propria, sem fanatismo. Visite o site www.itacuruca.org.br Boa noite, Heloisa

      Excluir
    5. Como não leva a nada? O próprio Martin Luther King, que era um dos raros pasotres lúcidos e um real cristção, disse que o que mais o incomodava não era a maldade dos "maus", mas a passividade dos bons. Então, o mais engraçado de muitos evangélicos, é que se dizem cristãos mas parecem trocar o Cristo por outros quando lhes é mais conveniente: Onde foi que Cristo cobrou dízimos? Não é ele quem fala, em Mateus 10:8 "Curai os enfermos (...) daí de graça o que de graça recebestes"? Neste caso, não tem problemas... Citam o Antigo Testamento e Paulo para justificar isso.... Mas o Antigo testamento também aprova a venda das filhas como escravas, estabelece o "Não Matarás" e "Não roubarás" mas manda matar os "inimigos", pilhar e estuprar e escravizar as filhas destes (como em Êxodus :21-22 e Números 31:7.
      Paulo, que não conviveu com Jesus e tinha suas rixas com os demais apóstolos, não é aquele mesmo que disse que se tem de baixar a cabeça para com os poderosos e, mais ainda, que quanto "às mulheres, que elas tenham roupas decentes, se enfeitem com pudor e modéstia. (...) Durante a instrução, a mulher conserve o silêncio, com toda submissão. Não permito que a mulher ensine, ou domine o homem" 1 Timóteo 2. Ou, mais cavalheiro ainda: "Permaneçam as mulheres em silêncio nas Igrejas, pois não lhes é permitido falar, antes permaneçam em submissão, tal qual manda a lei. Se quiserem aprender alguma coisa, que perguntem a seus maridos em casa", etc. Corintios 14: 34-35. Onde Cristo foi sexista? Ademais, ele foi BEM ENFÁTICO ao dizer que não gritando ou aparecendo dizendo "Senhor, Senhor" que se é salvo MATEUS, 25 :
      31-45), mas só aquele que, mesmo não tendo conhecido a Jesus, praticou a caridade para com o próximo. Claro, cada um vê os mundos com as cores de suas lentes doutrinárias. Mas, então, ficar-se-á calado às atuais aberrações de certas Seitas?
      Ah, antes que me esqueca, Heloisa: Qual foi mesmo a Igreja no sul dos Estados Unidos que deu origem à preconceituosa e super radical Ku Klux Klan? Não teria sido a igreja Batista não?

      Excluir
  5. Engraçado como a falta de conhecimento é grande. Me tornei espirita e aprendi nesse meio o que é ter amor de verdade ao próximo, a sentir uma paz espiritual, ajudar os necessitados sem escolher a quem e trazendo comigo os ensinamentos de Jesus. E sei perfeitamente que não fiz pacto com o diabo.Os que compram a fé estão adquirindo que tipo de demônio? Pois Jesus disse entrega tudo que tens aos pobres e siga-me. Será que esses que vendem "a salvação alheia" estão ajudando aos pobres e seguindo Cristo?

    ResponderExcluir
  6. Paula linda e canta muito, mas o que tenho a dizer é que cada um segue o que quer e que ninguém pode forçar a nada, mas mostrar o caminho correto todos nós podemos, e o que Jesus nos ensinou esse sim tem que ser seguido em outras palavras o espiritismo contraria todo principio daquilo que Deus/Jesus deixou para cada um de nós. leiam a Biblia impiraçao do espirito santo de Deus que vc veram o que DEus quer para cada um de nós...

    ResponderExcluir
  7. Acredito que como sempre está havendo muito sensacionalismo nesse assunto. Todos sabem que o grupo em questão são as TJs. Elas realmente olham de modo negativo qualquer religião que afirme se comunicar com pessoas falecidas pelo simples fato de que são mortalistas. Ou seja, acreditam que não existe um espírito ou alma imortal que sobrevive a morte do corpo. Por isso elas acreditam que esses espíritos são na verdade espíritos enganadores. Contudo elas não impõem suas crenças as outras pessoas. Entendem que cada um deve ter liberdade religiosa para crer no que quiserem. Mas com certeza, depois do que ela disse, Paula Fernandes perdeu vários fãs religiosos de seu trabalho.

    ResponderExcluir
  8. E ganhou outros.... Eu mesmo, agora, se já simpatizava, gosto imensamente dela.

    ResponderExcluir
  9. O mal do ser humano é valorizar mais a religião do que o ser existente em cada um de nós. Se não somos capazes de conversar pacificamente sobre religiões diferentes, precisamos urgentemente de uma reeducação.

    ResponderExcluir
  10. Cuidado com a falsa paz!!!!

    ResponderExcluir
  11. só gostaria de salientar que algumas colocações da publicação não são isentas de julgamento teológico onde se nota que há o mesmo erro cometido por aqueles a quem se quer criticar. no mais gostei de trazer o assunto para conversa ... assim poderemos entender melhor a opinião daquele que não concorda conosco mas que mesmo assim terá de conviver comigo enquanto nesta terra eu estiver. sou a favor da livre iniciativa... mas entendo que se você é a favor para defender outro deve ser a favor para criticar ... mesmo porque já parafraseando, "posso não concordar com o que você diz, mas defendo com sangue o direito que você tem de dize-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, talvez os radicais sejam "reais exemplos de isenção" ao chamar os que pensam diferentes deles endemoniados, de errados, de perdidos... Não importa que entre estes estejam filósofos, psicólogos, teólogos, arqueólogos ou uma pessoa comum. O mais interessante, contudo, é que quando estes últimos discutem ou criticam a posição dos primeiros, então são eles os tendenciosos ou repressores.... Engraçado demais o senso de justiça dos atuais auto-intitulados "cristãos" (porque assim se julgam).

      Excluir
  12. pior de todas as intolerâncias é a religiosa, sabe porque, pelo simples fato de que o AMOR tudo suporta, e não conheço religião que não pregue o AMOR, então se vc prega o AMOR, porque intolerância, porque ficar instigando os irmãos a serem uns contra os outros, por acaso o seu Deus é maior que o Deus de seu irmão, aprendi que só existe um Deus e que ele se faz presente em tudo que existe, que nem o pior de todos os seres que passou por esta terra foi poupado de seu AMOR, pois ele amou de tal forma nossa existência que deu seu próprio filho para nos redimir de nossos erros...
    Ele me ama e te ama, assim como amou aquela adultera que estava para ser apedrejada, assim como amou o ladrão, e cobrador de impostos, assim como amou seus amigos e seus pais.
    Não sejamos tão hipócritas a respeito de nossas convicções religiosas, o que realmente aprendemos, bem, depois de tudo de muito ceticismo, aprendi que a melhor religião que existe é aquela que te transforma no melhor que seu coração pode ser, que te faz amar sem precedentes, sem rótulos e sem preconceitos, quem consegue realmente viver assim pode se dizer homem e mulher de valor, mais se vc não consegue olhar para um assassino e ver o rosto de um filho de Deus, sinto muito irmão, vc ainda tem muito a caminhar na estrada de Jesus...
    Ainda não cheguei a esse nível de fé, ainda tenho um longo trecho a caminhar, mais busco a alegria de Cristo em minha igreja, e não posso te dar a certeza de que ela pode te salvar, porque instituição nenhuma no mundo salva ninguém, não posso te dizer que o amor que tenho por Maria é a coisa mais certa a se fazer, mais te falo que a AMO como se fosse minha MÃE e isso me basta, se vc tem suas convicções e seus ensinamentos se reocupe em levá-los com AMOR não em transformá-los em armas.
    Não sejamos intolerantes, sejamos irmãos e sejamos mais que tudo exemplos vivos de Cristo.

    ResponderExcluir
  13. Caros amigos,
    Fico triste em ver que há uma grande generalização como se todos os evangélicos fossem intolerantes, alienados, manipulados... Os teleevangelistas e os pseudo-apóstolos são a banda podre do movimento evangélico. Existem muitos evangélicos sérios, esclarecidos, e que tem os ensinos de Cristo como norte. Quando são atribuídos nomes pejorativos aos evangélicos, está sendo cometido o mesmo erro: intolerância.

    Sou evangélico e tenho amigos de várias religiões; inclusive espíritas. Nâo se pode colocar igualar todas as vertentes do movimento evangélico, assim como não se pode igualar espíritismo com umbanda, quimbanda e candomblé.

    Abraço a todos

    ResponderExcluir
  14. Ele é linda, maravilhosa, ea voz entam, "é de outro mundo".
    O que eu queria mesmo seria aquela gaaata! embaixo do meu lençol, (Aliás sem lençol). Ainda bem que existe reencarnação, que numa outra! quem sabe!!!!!

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  16. É muito dificil ser espirita neste e em muitos outros países. Primeiro por um motivo muito simples, muita gente se diz espirita, adepto do espiritismo, mas nem sabe o que é isso, Grande parte dos ditos espiritas são pessoas que nunca abriram uma pagina do Pentateuco Kardequiano, são pessoas ligadas a vertentes sincretistas (http://pt.wikipedia.org/wiki/Sincretismo) de seitas afrobrasileiras e que acham que isso é espiritismo. Eu por minha vez tenho que me contentar em ver gente que acha que é "espirita de carterinha" ou como diz a minha avó "espiriteiro" dar os piores exemplos que eu já vi. Uns são egoistas, outros arrogantes, outros são até desonestos, mas o mais dificil é achar um que diz que está tentando fazer uma "reforma intima". Pra dizer a verdade eu não me considero espirita "ainda", quem sabe um dia eu posso dizer sem medo de estar sendo pretencioso que "eu sou espirita".

    ResponderExcluir
  17. Eu também sou espirita, agora são EVANGÉLICOS ESSE POVO? É ASSIM QUE ELES DEFENDEM A BÍBLIA? AGREDINDO O PRÓXIMO, CONDENANDO? quero ser evangélico não, eu teria era vergonha de tal coisa, prefiro queimar no inferno ao que ser evangélico

    ResponderExcluir
  18. Cale estes;sendo a pessoa esclarecida e nos presenteando com muita música maravilhosa.Adoro ouvir e carrego em todos os momentos.Força Paula Fernandes.

    ResponderExcluir
  19. nao somos nos para dizer esto ou aquilo pois quem fas a obra no coraçao somente ele o espito santo e alem do mais quem aqui foi constituido juiz um do outro

    ResponderExcluir
  20. as vezis nos preocupamos dimais e esquesemos que cada um prestara conta de se propio no grande dia do juiz biblia se alguem tem asseço a palavra e erra o caminho da verdade ja nao e nosso o poblema deuterenomio cp.;18 verci;11;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com um português e um discurso apapagaiado desses em defesa dos néscios dá até vontade de rir...

      Excluir
  21. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Olá... Aqui há um espaço para seus comentários, se assim o desejar.